segunda-feira, 6 de outubro de 2008

o descalabro do sistema financeiro Americano


A Câmara dos representantes americana votou injectar 700 mil milhões de dólares nas suas empresas financeiras falidas. Esta primeira intervenção do Estado custa a cada americano 1.800 dólares.
Um senador Repulicano, depois da aprovação da intervenção, em declaração de voto disse: (Este pode ser o dia em que a América morreu).
A declaração deste senador vem de facto clarificar a grande contradição do sistema capitalista.(afinal foi o Estado que teve de acudir ao fracasso em que está a cair o sistema financeiro privado.)
Há quem já considere a acção dos banqueiros que levou a esta situação, como o maior roubo da história moderna.
Imagine-se que em Portugal, o jovem bem falante, Passos Coelho, ser lider do PSD, este ganhar as eleições para a Assembeia e logo a seguir como defende, privatizar a instituição financeira mais sólida do país,(a Caixa Geral de Depósitos).... Estes pequenos políticos para ganhar notoriedade e apoio dos Grandes, são capazes de tudo.

provérbio moderno(os maiores roubos são praticados nas actividades mais sérias)

1 comentário:

Abril disse...

Mas não são os grandes grupos financeiros e não só...,que arranjam o poleiro para os politicos?Favor com favor se paga.
Cada vez é mais actual o que ouvi um dia destes:Os politicos servem melhor quem lhes pagou as camanhas eleitorais,do que o povo que os elegeu.